Projeto Baobá

Cultura Afro e Representatividade

Nosso objetivo

O projeto Baobá propõe através de oficinas e rodas de conversa plantar novas sementes a fim de ampliar os saberes sobre a cultura afro-brasileira e africana ressignificando o ser negro na sociedade, trazendo um olhar para caminhos possíveis e potentes, através do autoconhecimento, autonomia e ancestralidade.

Experiência internacional

Nossa equipe é composta não somente por pessoas negras brasileiras, mas também por africanos, sendo assim, abrimos nossa visão multicultural sobre as questões da negritude.

Visibilidade

Através das rodas de conversas e oficinas propostas pelo projeto cada estudante tem a oportunidade de se expressar, de falar sobre assuntos que até então não eram discutidos em sala de aula e de ter suas dúvidas esclarecidas.

Palestrantes

Somos negros em diáspora e juntos planejamos estratégias de sobrevivência e permanência para a manutenção de uma identidade que nos foi tirada, tornando-se referência de novas possibilidades.

Flexibilidade

Trabalhamos com um pacote de pautas, dias e horários suscetível há adaptações para encaixar melhor com a agenda disponível de cada escola.

Impacto

Levamos um conteúdo enriquecedor para os estudantes de escolas públicas em situação de vulnerabilidade, o impacto positivo psicossocial é inevitável.

Base de dados

Através dos questionários entregues aos alunos é possível captar informações importantes para embasar futuras pesquisas sobre a população negra e não negra nas escolas de Curitiba e região metropolitana.

Nossas pautas

UBUNTU

Rica e com uma vasta diversidade cultural, Ubuntu vem para ressaltar toda grandeza e potência do continente africano. Reinos, dialetos, personalidades influentes, tecnologia, arquitetura e sua famosa filosofia.

NA MINHA PELE

De forma dinâmica reformulamos frases pejorativas e discutimos a diferença de injuria racial, racismo e preconceito.

COLORISMO E MISCIGENAÇÃO

Questões raciais
É necessário falar sobre os privilégios que uma pessoa de pele clara vive dentro de um país que acredita no mito da democracia racial.

MEU CABELO MINHAS REGRAS

A pressão estética social em cima da mulher negra a oprime até ela se encaixar no padrão estético eurocêntrico. Assumir e amar o seu cabelo crespo é um ato político e de resistência.

CAMALEÃO

Empreendedorismo
Encontrar vantagens e oportunidades para crescer profissionalmente, valorizar-se no mercado de trabalho, administração do dinheiro.

ENTRA NA RODA E GINGA

O estudo da dança afro brasileira agrega um conjunto de diferentes danças e expressões. Fazer com que os adolescentes dancem junto e conheçam a nossa cultura é uma forma de manter viva a ancestralidade negra.

AUTO CUIDADO

Evitar hábitos maléficos e adotar medidas de prevenção para ter uma saúde física e mental, são formas de cuidar de si e estratégias de sobrevivência da população negra.

FINANÇAS

Fomos ensinados a cuidar do dinheiro do outro, mas nunca do nosso. A partir do momento que nós soubermos como gerir o nosso orçamento as coisas tendem a progredir.

TURBANTE-SE

Em vários países africanos e posteriormente no Brasil, o turbante tem função social, religiosa e também compõe o estilo africano. Usado por homens e mulheres, cada amarração e torção tem um significado diferente.

Segue no instagram 😍

NÃO HESITE EM ENTRAR EM CONTATO

15 + 8 =